Quinta Seara d'Ordens Tinto Reserva Vinhas Velhas - 2010

É um vinho da região do Douro, intenso e maduro e com um grau alcoólico de 14%.
A nobreza das castas Touriga Nacional (35%), Tinta Roriz (30%) e Touriga Franca (35%), associada ao solo e ao micro-clima deu a este vinho personalidade e carácter único.
Este vinho de qualidade não é filtrado nem estabilizado pelo frio, pelo que se recomenda servir com cuidado, pois pode criar depósito.
Deve ser servido a uma temperatura de 16-18ºC.
Acompanha muito bem pratos de queijo de cabra e ovelha amanteigados, enchidos tradicionais e carnes vermelhas e de caça.
Tem uma cor rubi profundo, um aroma vinoso, de fruta madura, profundo e madeira e possui um sabor vinoso, encorpado, macio e profundo.

Eu acompanhei com um Beijinho de novilho no forno com alecrim (ver aqui).




Castas

Touriga Nacional é uma casta nobre e muito apreciada em Portugal. Inicialmente cultivada na região do Dão, rapidamente foi expandida à zona do Douro para ser utilizada na produção de vinho do Porto.
Recentemente, os produtores descobriram o valor da Touriga Nacional na produção de vinhos de mesa tintos e o seu cultivo foi alargado para outra regiões como o Alentejo.
É uma casta de pouca produção: possui cachos abundantes, mas pequenos. Os bagos t~em uma elevada concentração de açúcar, cor e aromas.
Os vinhos produzidos ou misturados com esta casta são bastante equilibrados, alcoólicos e com boa capacidade de envelhecimento.

Tinta Roriz ou Aragonez é uma das castas mais conhecidas da Península Ibérica. Originária de Espanha, onde toma o nome de Tempranillo. É uma casta muito adaptável a diferentes climas e solos, por isso o seu cultivo tem aumentado e alargado para as regiões do Dão, Ribatejo e Estremadura.
Para as características serem excelentes, a sua produção tem de ser controlada. As condições ideais são solos arenosos e argilo-calcários em climas quentes e secos, para que a produção seja menor e os bagos mais concentrados. Esta casta origina vinhos de elevado teor alcoólico, de baixa acidez e indicados para envelhecer, sendo muito resistentes à oxidação.

Touriga Franca é uma das castas mais plantadas na zonha do Douro e Trás-os-Montes. É considerada uma das melhores castas para a produção de vinho do Porto e do Douro, mas o seu cultivo já foi alargado para as regiões da Bairrada, Ribatejo, Setúbal ou Estremadura. A Touriga Franca tem produções regulares ao longo do ano e é bastante resistente a doenças. os seus cachos são médios ou grandes com bagos médios e arredondados. os vinhos produzidos por esta casta têm uma cor intensa e são bastante frutados. No vinho do porto, a Touriga Franca integra os lotes com a Tinta Roriz e a Touriga Nacional.

6 comentários:

  1. Um bom vinho vai sempre bem ;-)
    beijinhos
    Food & Emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Eu amo vinho e o vinho seco faz bem à saúde!

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. É sempre bom saber e conhecer mais vinhos!
    Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  4. embora não beba vinho, adoro enologia e aprecio um bom vinho do Douro.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Percebo pouco de vinho mas, quando provo, sei se é bom ou não. Tenho agendado um passeio por umas quintas, na região do Douro, que têm cursos e provas de vinho que não quero perder! Entretanto vou aproveitando estes post ;)
    Bjs

    ResponderEliminar