Sopa de tomate com ovo escalfado

Dia da Liberdade - 25 de abril

A data celebra a revolta dos militares que nesta data levaram a cabo um golpe de estado militar, pondo fim ao regime ditatorial do estado Novo, liderado por António de Oliveira Salazar, que governava Portugal desde 1933.
O movimento das Forças Armadas, composto por militares que haviam participado na Guerra Colonial e por estudantes universitários teve o apoio da população portuguesa.
Após a revolução foi nomeado António de Spínola como Presidente da República e Adelino da Palma Carlos como Primeiro-Ministro.



A sopa é um alimento que está presente na alimentação humana desde que o homem pré-histórico encontrou um meio de aquecer a água para cozer os alimentos - a sopa foi, provavelmente a primeira comida elaborada e criativa da História, já que resulta da mistura de ingredientes e estes são praticamente infidáveis. Afinal, diz a lenda, que, havendo água, até de pedra se pode fazer uma sopa.


Haja liberdade para fazer a sopa que se quer.

Por ser um prato fácil e acessível, de considerável valor nutritivo e energético, os caldos e as sopas foram a base da nutrição de, praticamente, todas as civilizações.


A Bíblia conta que os hebreus, no Egipto, preparavam suculentos caldos. Por todo o mundo se fazia sopa, com os ingredientes abundantes de cada região.
Roma teve uma grande tradição "sopeira" e a sua decadência coincide com o auge das sopas, que chegou a transformar-se num alimento de luxo.
Durante a Idade Média, as sopas, de facto, ganham notoriedade, não só nas abadias e mosteiros. A medicina reconhece as suas virtudes terapêuticas e passa a prescrevê-la como remédio, sendo o caldo de galinha o mais cotado, antes de qualquer outra.
Na mesa do pobre ela era, sem dúvida, o alimento complementar mais importante. De ovos, favas, alcachofra, alho-porro, ervilha, couve, rabanete e outras hortaliças, em geral selvagens. O caldo era, quase sempre, temperado com cebolas e dentes de alho e aromatizado com diversas ervas; sempre que possível, um pedaço de carne, em geral de porco, salgado temperado com gordura, manteiga ou óleo.
Foi também nessa altura que as sopas começaram a aparecer no repertório culinário da nobreza europeia mas, diferente da sopa dos pobres. Ou seja, os caldos eram fartos e condimentados com muitas especiarias, açúcar e mel.
A partir do século XVI, as cozinhas italiana e francesa deram o seu "toque de classe" à arte de prepará-las. A cozinha italiana introduziu as massas e as ervas aromáticas e a cozinha francesa baptizou-as com nomes de Reis, antecedidos de crèmesbouillons, veloutés, consommés, etc.
No século XIX, por toda a Europa, as sopas passam a abrir o menu dos jantares das boas mesas.
Atualmente, as sopas são mais sofisticadas, com consistência mais leve e são servidas como entrada, tendo o papel de abrir o apetite a fim de fazer honra à abundância das refeições onde se sucedem, às vezes, mais de dez pratos.
Paralelamente, a sopa guarda o seu status de prato único e substancioso junto ás famílias pobres, sobretudo dos camponeses.

Entretanto, numa noite de frio, quem resiste a uma sopinha caseira, feita com ingredientes naturais fresquinhos, impregnando a casa com o seu perfume e fumegando na panela?


Ingredientes
1 cebola
2 dentes de alho
1 lata de tomate pelado
Piri-piri q.b.
água q.b.
2 ovos
tostas integrais q.b.

Preparação
Num tacho, verta o fio de azeite e junte a cebola picada, até esta ficar translúcida.
Depois, junte os dentes de alho, também picados e o tomate. Deixe cozer até o tomate estar bem desfeito. Vá adicionado, aos poucos, a água, para não pegar ao tacho.
Coloque esta mistura no liquidificador e triture tudo. Verta novamente para o tacho e tempere de sal e piri-piri.
À parte, leve um tacho ao lume com água e adicione os ovos, partindo-os junto à água. Deixe cerca de 5 minutos e retire com a ajuda de uma espátula.
Sirva a sopa com um ovo escalfado por prato e acompanhe com tostas integrais.


Tempo de preparação: 45 minutos
Grau de dificuldade: fácil (*)
Vegetariano: não
Para crianças: sim
Ingrediente principal: tomate
Quantidade: 2 pessoas
Custo: económico

25 comentários:

  1. Essa sopinha está mesmo, mesmo com bom aspeto Susana! E esse ovo fica uma verdadeira delícia :)
    Beijinhos e bom fim de semana prolongado *

    ResponderEliminar
  2. Que delicia de sopa.
    Para mim já seria uma refeição completa
    Bom fim de semana
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Não sei se consegui mandar a mensagem que tinha escrito...
    mas como gosto de tomate...vou fazer esta sopa! Bj

    ResponderEliminar
  4. que buena pinta tiene esta sopa!!! , me encanta . besos y buen fin de semana

    ResponderEliminar
  5. Olá Susy!
    Com esse tempinho frio não dá pra dispensar um sopinha tentadora assim...hummmmmmmm!
    Gostei muito da sua postagem, ótimo conteúdo!

    Bjs, bom fds!

    ResponderEliminar
  6. Que rica cremita Susy, ideal para un dia tan lluvioso como el de hoy, besos

    ResponderEliminar
  7. Esta sopinha além de ter uma linda cor, tem um sabor divinal.
    Adoro ovos esclafados
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  8. Esta sopa dá-me nostalgia! Relembra-me tempos em que na época do tomate, se fazia esta sopa quando a familia estava toda reunida... sabia tão bem!! Gosto muito e há imenso tempo que não como!

    ResponderEliminar
  9. Este pratinho está muito convidativo.
    Acho que vou levar já este comigo ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Sabes que nunca comi sopa de tomate??? mas tem muito bom aspeto a tua
    Beijokas

    ResponderEliminar
  11. Que no Fim de Semana que se aproxima, você possa esbarrar com muitos Sorrisos, Abraços e muuuuiiiita Paz :0)
    Adorei a receita, tomei nota de tudo e vou fazer sem dúvida.
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

    http://decolherpracolher.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Que aspecto cremoso tão bom :)

    ResponderEliminar
  13. Uma ótima sopinha com uma cor maravilhosa.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  14. Bela sopinha!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Que delícia! E tem ovo escalfado. Pronto, já estou convencida! :)
    Beijinhos grandes,
    Ana

    http://danossacozinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Que buena pinta tiene tu sopa de tomate, tiene que estar deliciosa querida amiga

    ResponderEliminar
  17. O meu marido pediu-me no outro dia para fazer essa sopa. Que curioso aparecer aqui
    Obrigada pela receita
    :))))))))))))))

    ResponderEliminar
  18. Olá Susy:)

    Adoro sopinha e a tua de tomate está com um aspecto delicioso. E o ovo escalfado completa na perfeição. Adorei:)

    Boa semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. OI Susy, eu adoro uma sopa de tomate com o ovo dentro. Sempre faço sopas assim aqui em casa.
    Uma ótima semana pra vocês
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderEliminar
  20. Adoro sopa de tomate e esta ficou divinal.
    beijinhos
    http://aromas-com-amor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. Hum que boa sugestão Susy, cor linda e gulosa, adoro sopas.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Sem duvida uma receita com bastante historia...Gosto bastante!!!!

    ResponderEliminar