História da Lucky

by @Tertúlia da Susy, em 4 de janeiro de 2018
O inesperado aconteceu e a nossa Lucky escolheu aparecer nas nossas vidas.
A Lucky apareceu numa 5.ª feira, 16 de novembro de 2017, na varanda da casa da minha irmã. A Maria ficou derretida e enviou logo foto. 



Teve pena de a deixar mas, teve que ir trabalhar, À hora do almoço fomos (eu e a Maria) a casa e, lá estava ela toda encolhida na varanda, com aqueles olhinhos a "pedir socorro". Fiquei completamente rendida.


A Maria não podia ficar com ela e então eu enviei mensagem ao marido a "pedir" para ficar com ela. Ele ficou logo rendido, pois a Lucky "tocou-lhe" no coração.
Ao fim da tarde, depois do trabalho, fomos para ir buscar a Lucky a casa da Maria mas, ela tinha desaparecido.
Oh Meu Deus, como é possível?!? Que dor, que tristeza!
Procurámos por toda a parte e não a encontrávamos, até que se ouviu miar dentro de um jipe abandonado. Abrimos o carro e, lá estava ela assustada, a olhar para nós com aqueles doces olhos. Com a ajuda de uma vizinha da Maria, lá conseguimos tirá-la sã e salva - a nossa Lucky.
E, assim começou uma nova vida a três.


É importante ter a noção de que ter um animal de estimação não é ter um brinquedo que, quando cresce se pode "deitar fora".
Escolher ter um animal de estimação é escolher ter amor para toda a vida, uma amor sem retorno. E, mais ainda (se assim for possível), se foram eles que nos escolheram.
  • Partilhe:

É possível que também goste de...

2 comentários

  1. Lucky, a gata com sorte!
    Eu tive um Fausto durante 19 anos e 7 meses. Tratei dele até morrer velhinho aqui em casa. Numa das idas aos Açores, sem ter com quem o deixar, acompanhou-nos e foi sempre um grande amigo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, sim é um amor incondicional. Obrigada pela palavras, bjs

      Eliminar