Toxinas corporais

by @Tertúlia da Susy, em 10 de maio de 2019
Todos os dias estamos expostos a toxinas, seja por consequências de ações do próprio ou por intermedeio de ações de outros.
As toxinas a que o nosso corpo está exposto vão desde alimentos e bebidas que ingerimos e que nos são prejudiciais, aos pesticidas que os alimentos têm, ao ar que respiramos, aos químicos  do tabaco, às bebidas alcoólicas que nos dão prazer e, por ultimo, mas não menos importante, ao stress.
É aconselhável, sempre que possa, consumir produtos biológicos, minimizando a ingestão de pesticidas nos alimentos e beber um ou dois copos de vinho tinto à refeição, pois é benéfico para a saúde. Mas nunca exagere na quantidade de bebidas alcoólicas que ingere, tenha cuidado!
Nos dias de hoje, em que as pessoas querem ter tempo para tudo, esquecem-se que o descanso é uma ferramenta essencial no combate ao stress e a boa alimentação aliada ao exercício físico também. Com o stress a tensão arterial sobe, facilitando a entrada e circulação das toxinas no organismo. Deve saber combater o stress.
Preocupamo-nos com a nossa aparência e beleza externa e, muitas vezes, esquecemo-nos de que o principal é o interior do nosso corpo.
O corpo humano precisa de reaprender a defender-se e a criar barreiras às toxinas, pois só assim conseguiremos ter um corpo saudável.
O organismo necessita de eliminar as toxinas diárias e, caso não consiga estas irão acumular-se e prejudicar o normal funcionamento do mesmo, nomeadamente o fígado, os rins, a pele, os intestinos, a linfa, os pulmões e o coração.
O corpo humano necessita de estar desintoxicado para poder funcionar corretamente e todos os órgãos trabalharem na sua correta função.
Na desintoxicação natural temos a pele, o maior órgão do corpo humano, que tem uma importância significativa, através da produção de enzimas que fazem com que as toxinas se diluam em água e entrem na corrente sanguínea, sendo expelidas na urina e no suor. Já as toxinas existentes no estômago são filtradas nos intestinos e enviadas para o fígado e rins para serem processadas e expelidas através da urina e das fezes. Os pulmões removem o dióxido de carbono do corpo e neutralizam os radicais livres, ajudando a expelir as toxinas pela expiração e; por último a linfa remove alimentos não assimiláveis pelo organismo.
Existem formas naturais de desintoxicação, através da privação de alguns alimentos e bebidas (menos hidratos de carbono), mas ao fazer isso estamos a ingerir menos calorias e, consequentemente o metabolismo corporal diminui. Assim sendo, o organismo irá procurar energia aos depósitos de gordura onde estão alojadas essas toxinas, que se irão libertar para a corrente sanguínea.
Ou seja, temos que ter atenção às restrições alimentares que fazemos; o importante é reeducar o palato e criar hábitos de vida saudáveis, de forma a reduzir o consumo de toxinas.
  • Partilhe:

É possível que também goste de...

0 comentários