Workshop de Sushi - Nível 1

A nossa amiga Ana C. já tinha feito este workshop e foi através dela que ficámos a conhecer o Orienta-te e decidimos fazer também.
O dia estava com um sol radiante, apesar do frio e foi no dia 15 de fevereiro que nos estreámos. 
Cada pessoa tem que envolver a sua esteira com papel aderente, devido à higiene, à durabilidade da esteira e para o arroz não ficar "agarrado".
Depois é distribuído, a cada pessoa, um prato com salmão, alho-francês e pepino. E, voilá, que comece a "festa" :)


Aqui está todo o material necessário para dar inicio ao workshop. Não esquecer que uma boa faca e uma boa tábua são muito importantes.
Também temos uma taça com água, para poder molhar os dedos, a fim de evitar que o arroz fique colado às nossas mãos.

Importante também, é o uso do wasabi, que é um antibacteriano natural e que é usado na cozinha japonesa como tempero.
O wasabi parece ter sido utilizado como planta medicional e antídoto para envenenamentos por ingestão de alimentos, daí ser servido com peixe cru desde 710-793. Atualmente é ainda usado para acompanhar sushi e sashimi.
A raiz-forte japonesa obtida da raiz fresca é chamada de hon-wasabi (verdadeira raiz-forte japonesa), diferenciando-se das outras formas de apresentação. Uma vez esfarelada ou ralada, a raiz-forte japonesa apresenta um aroma e paladar que não são comparáveis aos dos produtos comercializados, os quais se apresentam no mercado sob a forma de pasta ou pó (kona-wasabi), sendo preparados do pó da raiz seca já produzida na Europa, que é bem diferente do genuíno. Estes produtos contêm mostarda, corantes e aditivos, para se aproximar do verdadeiro wasabi.
Tais produtos desempenham, no entanto, um importantíssimo papel, devido à raridade e dificuldade em obter a verdadeira raiz-forte japonesa. Permitiram a massificação do consumo de sushi e sashimi no ocidente, pelo menos com um paladar e aroma aproximado ao dos pratos genuínos, o que de outra forma seria inviável.



O primeiro tipo de sushi que fizemos foi o hossomaki, em que hosso significa fino e maki significa enrolado, logo é um enrolado fino :)

Aqui fica a minha estreia, que eu pensei não ser capaz de fazer e de me correr muito mal e, que afinal correu bem.



O segundo tipo de sushi que fizemos foi o niguiri, que é um bolinho de arroz em forma alongada coberto com fatias de peixe cru. O movimento da mão ao fazer este bolinho leva ao nome - niguiri.
As pessoas tendem a "molhar" o arroz do niguiri no shoyo, mas o certo é "molhar" o peixe.



De seguida, preparámos o temaki, que significa rolinhos de mão. Um pedaço grande em formato de cone, com o nori (alga) na parte externa e os ingredientes até à boca da extremidade larga.
É um tipo de sushi de entrada e come-se à mão.



Por fim, fizemos o uramaki, que significa rolo invertido, ou seja, o arroz está na parte externa e o nori (alga) na interna. O recheio fica no centro, rodeado por uma camada de nori, uma camada de arroz e uma cobertura de outro ingrediente, como ovas de peixe ou sementes de sésamo, papoila,  etc.


Aqui fica o prato completo, com todas as iguarias para o jantar. Este é o da minha irmã que está um pouco melhor que o meu e, que quase ganhou o prémio de melhor prato.



Depois, e já com muita fome, o aguardado jantar.



Uma vez mais, agradeço ao Chef António Muniz toda a paciência e disponibilidade em nos ensinar.




E, como prova do meu desempenho - o meu diploma.


22 comentários:

  1. Olá Susy,

    Gostei de te ver, parabéns pelo workshop que deve ter sido de facto fantástico !
    O prato que mostraste tem um aspecto delicioso ! :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Susana...ainda não me aventurei nessas andanças de degustar novos sabores!
    A Susana sente-se realizada e isso é que importa! parabéns pela ousadia e pelas belas imagens! Bj

    ResponderEliminar
  3. Gostava muito de fazer uma coisas dessas, é muito caro ?

    ResponderEliminar
  4. E olha que a estreia ficaram muito bem! E eu que gosto tanto de sushi...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Ando à imenso tempo com vontade de fazer um workshop do género. E vê-se que te correu bem :)
    aconselhas?
    beijinho

    ResponderEliminar
  6. Boa experiência! Já andei a ver se participo também. bjs e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  7. Susana,

    Adoro a culinária japonesa!!

    Muito legal sua participação...comi com os olhos...hehehe....

    Parabéns!!

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderEliminar
  8. Congrats! looking delicious:)

    ResponderEliminar
  9. Que bom aspeto! Deu-me água na boca :P

    ResponderEliminar
  10. que belo aspecto :)
    beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Nunca comi mas adorava provar.
    Interessante esse workshop
    bj

    ResponderEliminar
  12. Eu que adoro sushi e já fiz algumas vezes, ams não com um aspecto tão profissional como o teu, adoraria esse WS!!
    Beijinhos e bom fim de semana,
    Lia.

    ResponderEliminar
  13. tão bom aspecto, parece ter sido um bom momento.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Super legal Susana, amei !!!, bjs e um bom fim de semana, Ana ;).

    ResponderEliminar
  15. Que maravilha de evento, parabéns!
    Fiquei com fome, belas fotos!
    Adorei sua foto, vc é linda!

    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Cuantas cosas buenas!!!
    Besos

    Cocinando con Montse

    ResponderEliminar
  17. É sempre bom aprender :)
    não sou apreciadora de sushi, mas adorava aprender a fazer
    Bjns
    isabel

    ResponderEliminar
  18. Susi,que bonito!!me parece super complicado hacer sushi pero leyendo el post,dan ganas de ponerse a ello!!Besitos
    Carlos-Chocoboss

    ResponderEliminar
  19. Ando há algum tempo com curiosidade de aprender a fazer suhi em casa também, esse tá com óptimo aspecto :)

    ResponderEliminar
  20. Olá flor...
    parabéns pelo diploma e pela dedicação...
    aprendi com a vó do meu marido... algumas receitas... mas não saio do niguiri,,, rsrs ai que vergonha... mas esse ano... um dos meus alvos é fazer um sushi... nem que seja o californiano... rsrs
    beijão

    ResponderEliminar
  21. Muito giro, Susana . Não conhecia o Orientate e graças a si já tenho 5 workshops que quero ir fazer :-) Sabe se tambem fazem os restantes workshops em S. Pedro do Estoril?

    ResponderEliminar