Dia dos namorados (Panquecas e Panquecas de alfarroba)

Reza a história que São Valentim (ou Valentinus em latim) é um santo reconhecido pela Igreja Católica e igrejas orientais que dá o nome ao Dia dos Namorados. Em muitos países, onde celebram o Dia de São Valentim. O nome refere-se a pelo menos três santos martirizados na Roma antiga.
O imperador Cláudio II, durante seu governo, proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército. Cláudio acreditava que os jovens, se não tivessem família, alistar-se-iam com maior facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimónias eram realizadas em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens jogavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor. Entre as pessoas que jogaram mensagens ao bispo estava uma jovem cega, Astérias, filha do carcereiro, a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois acabaram apaixonando-se e, milagrosamente, a jovem recuperou a visão. O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “de seu Valentim”, expressão ainda hoje utilizada. Valentim foi decapitado em 14 de fevereiro de 270.
  
Entretanto, desde 1969 sua data não é mais celebrada oficialmente pela Igreja Católica em função da precariedade de comprovações históricas que levam em questão até mesmo a sua existência.
Como não posso estar com o meu marido, e sempre namorado, Fernando, envio-lhe virtualmente umas panquecas do amor com 1001 beijinhos de saudades.



Panquecas
3 colheres (sopa) farinha Branca de Neve
3 colheres (sopa) açúcar
1 ovo
½ colher (café) sal
½ copo leite


Panquecas de alfarroba
3 colheres (sopa) farinha Branca de Neve
3 colheres (sopa) farinha de alfarroba Cem por Cento
3 colheres (sopa) açúcar
2 ovos
1 colher (café) sal
1 copo leite



Preparação
Juntar todos os ingredientes e misturar bem.
Use uma frigideira antiaderente e com um guardanapo de papel, passe-a com um pouco de margarina.
Com a ajuda de uma concha, verta um pouco da massa na frigideira e leve a forno baixo/médio.
Quando o lado de cima da panqueca estiver seco, pode virá-la. O outro lado demora cerca de 5/10 segundos.


Nota: Consoante a espessura da panqueca que desejar, coloque mais ou menos massa na frigideira antiaderente. Pode saborear a panqueca simples ou recheada com mel, compota, nutela, gelado, fruta ou algo que gostar.

Fonte: Wikipédia

24 comentários:

  1. Parecem mesmo deliciosas essas panquecas, aposto que o teu marido adorou, mesmo que seja virtualmente :)

    Beijinhos e um bom resto de dia! :)

    ResponderEliminar
  2. Bela sugestão!!!!
    Ficaram lindas!
    Beijinho!
    Cláudia

    Histórias e Aromas
    http://historiasearomas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Adoro panquecas! As tuas ficaram bem gulosas :-)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. lindas estas bolachinhas, devem ser mt saborosas!

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Olá Susy!
    Vim retribuir o carinho e a visitinha feliz...
    Copiei algumas receitinhas que parecem bem gostosas... depois te conto se ficou bom.


    beijos

    ResponderEliminar
  6. Ficaram umas panquecas bem lindas.
    bjs

    ResponderEliminar
  7. Não conhecia a história de S. Valentim :) Interessante! As bolachas ficaram muito engraçadas!
    Um beijinho, M.

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito da ideia da farinha de alfarroba, devem ficar mesmo boas essas panquecas

    Beijokas

    ResponderEliminar
  9. As tuas panquecas ficaram espectaculares, especialmente as de alfarroba. Sabes e que eu sou fa da farinha de alfarroba, simplesmente adoro.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que lindas panquecas e que sugestão tão amorosa!!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar
  11. Ótima sugestão para o Valentine's Day, Susy! Aqui no Brasil comemoramos a data no dia 12 de janeiro.
    Bj,
    Lylia

    ResponderEliminar
  12. Tiene muy buena pinta! Seguro que lo disfrutaste!
    Ana de JUEGO DE SABORES

    ResponderEliminar
  13. A história é muito interessante!!
    Adoro panquecas, mas com farinha de alfarroba nunca tinha visto, parece-me bem.
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  14. as duas ficarao mt bonitas adorei bjs

    ResponderEliminar
  15. Menina.. que coisa mais linda..
    Ficou um mimo só..
    E o sabor deve estar dos deuses..
    Eita lelê..

    Beijinhos no coração..

    ResponderEliminar
  16. Que lindas que ficaram. Super romântico.

    ResponderEliminar
  17. Estas panquecas ficaram lindas e bem ao gosto da minha mini adoradora de panquecas! Beijocas

    ResponderEliminar
  18. Panquecas lindas e saborosas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Uma receita para começar bem o dia junto da pessoa que se ama.
    bjs

    ResponderEliminar
  20. Que pena não poderes estar com o marido ! :-(
    Mas as circunstâncias da Vida por vezes a isso obrigam !

    Panquecas simples ou de alfarroba, ambas deliciosas sugestões que agradariam decerto ao teu amado !

    Beijinhos

    Isabel
    www.blogdochocolate.com
    http://brisa-maritima.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  21. As panquecas ficaram lindas.
    Que bom partilhar a história de s. Valentim.
    Bom fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar